Convenção eleitoral confirma Flavio e Jô pré-candidatos à prefeitura

Atualizado: Set 11



A convenção eleitoral do PSOL Niterói, realizada na noite desta terça (08), confirmou os professores Flavio Serafini e Josiane Peçanha como pré-candidatos à prefeitura na corrida eleitoral de 2020. O partido aposta em uma chapa de educadores porque tem na educação a sua principal aposta para reduzir a violenta desigualdade social na rica cidade de Niterói.


Embora com um dos maiores PIBs per capita do país, a desigualdade social e racial em Niterói possui níveis alarmantes. A cidade que existe em Icaraí não é a mesma que existe no complexo do Viradouro, favela ocupada por militares com inúmeras denúncias de violação de direitos humanos. Flavio e Jô apostam para um forte investimento em educação e outros serviços públicos de qualidade para que essa parcela mais pobre da cidade possa construir um futuro melhor. Defendem ainda a ideia de uma cidade para o bem viver, onde a qualidade de vida das pessoas tenha prioridade frente aos lucros privados das empresas, e o desenvolvimento esteja atrelado à preservação do meio-ambiente, com estímulo à empregos verdes e práticas sustentáveis.


Os dois professores do PSOL ainda contarão com o apoio formal da UP - Unidade Popular, partido recentemente criado, e apoio político do PCB - Partido Comunista Brasileiro, que não está legalizado em Niterói. A coligação se chama "À esquerda para mudar Niterói" e tem como algumas de suas características principais não receber doação de empresas privadas e a construção do seu programa a partir de muito diálogo com os movimentos sociais e populares da cidade.


"É com orgulho que, com Josiane, me comprometo em transformar a cidade combater a desigualdade. Não temos dúvida que podemos barrar a extrema direita e oferecer à população uma política mais igualitária, que combata todo o tipo de opressão, garanta direitos e que possa fazer Niterói voltar a sonhar com um futuro mais feliz". - afirmou Serafini durante a convenção virtual.

Josiane completou:


"Sou professora da rede municipal desta cidade, que é campeã em desigualdade econômica, de raça, classe e gênero. É com orgulho que componho esta chapa com um companheiro de luta, que é Flavio Serafini, sendo a primeira mulher negra candidata a co-prefeita de Niterói. Nosso compromisso é com uma política de combate ao racismo, ao patriarcado, à desigualdade que mata os pobres".

Devido a pandemia de coronavírus, que ainda não está controlada no Brasil e continua com números altos no estado do Rio de Janeiro, a convenção foi realizada virtualmente. Os filiados inscritos realizaram assinatura eletrônica com leitura de nome completo e CPF em vídeo, exatamente como orienta a justiça eleitoral. O PSOL tem mostrado constante preocupação com a pandemia no país e se esforçado para conscientizar as pessoas da importância do isolamento social. Por esse motivo, optou por manter o protocolo de cuidados em sua convenção.



Flavio Serafini

Serafini, 40 anos, casado e com 2 filhos, é niteroiense e professor-pesquisador licenciado e sem remuneração da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio da Fundação Oswaldo Cruz (EPSJV/Fiocruz). Atualmente é o deputado estadual mais votado de Niterói, reeleito pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) do Rio de Janeiro com 61.754 votos em 2018.


Sua história com a militância começou cedo, aos 16 anos, em defesa do passe livre e do acesso à cultura. Como estudante da Universidade Federal Fluminense (UFF), fez parte do Diretório Central dos Estudantes, afirmando sempre a defesa da educação pública, da necessidade de ampliação do acesso à educação e da permanência dos estudantes na universidade.


Atualmente, em seu trabalho na Alerj, é presidente da Comissão de Educação e da CPI do RioPrevidência; também é titular das comissões de Meio Ambiente e Servidores Públicos; e suplente das comissões de Direitos Humanos; Orçamento; Ciência e Tecnologia; Saúde; Trabalho; e da CPI Óbitos dos Nascituros. Também preside a Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental e da Luta Antimanicomial.


*Vídeo de apresentação do professor Flavio Serafini da sua campanha para deputado estadual em 2018


Mais informações no site do professor: flavioserafini.com.br



Josiane Peçanha

Professora Josiane Peçanha

A "Jô" tem 41 anos, é casada e mãe de um casal de filhos. Filha de zelador com uma professora e costureira, nasceu em Rio Bonito mas há muito veio morar em Niterói, cidade onde estabeleceu residência, constituiu família e que aprendeu a amar. Quando jovem, vendeu doce e fez faxina para sustentar, junto com sua família, a meta de ingressar no ensino superior. Fez um cursinho pré-vestibular popular e passou para Pedagogia na UFF e na UERJ com apenas 18 anos. Foi bolsista na creche universitária da UFF e deu aula no ensino privado.


Muito dedicada aos estudos, aos 20 foi aprovada em concurso e se tornou professora da rede pública. Foi a primeira de sua família a entrar na universidade e conquistar um emprego público. Hoje Josiane é mestre em História pela UERJ, com uma dissertação valiosa sobre educação antirracista e decolonial, compõe o grupo de pesquisa NUPIP da UFF e possui artigos publicados no Brasil, Argentina e Estados Unidos.


Filiada ao SEPE - Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação, constrói o movimento sindical e é intelectual orgânica dos movimentos da educação, feminista e antirracista. Filiou-se ao PSOL Niterói por afinidade política e hoje é um dos principais quadros do partido na cidade, com forte atuação em seus núcleos de base e setoriais temáticos.


Acompanhe a professora nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.





Cadastre-se para notícias do PSOL Niterói em seu celular e email

PSOL | Partido Socialismo e Liberdade

Diretório Municipal de Niterói/RJ - Rua Doutor Celestino, 06 - Centro / CEP: 24020-091

Telefone: (21) 3619-5208 | e-mail: psol50niteroi@gmail.com

 

O conteúdo deste site foi licenciado com uma Licença Creative Commons

Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada