Contra reformas, trabalhadores realizarão nova greve geral dia 30 de junho

05/06/2017

Foto: Mídia Ninja

 

Reunião unificada das centrais sindicais CUT, UGT, Força Sindical, CTB, Nova Central, CGTB, CSP Conlutas, Intersindical e CSB, realizada nessa segunda (5) convoca a classe trabalhadora para um calendário de luta e nova greve geral no dia 30 de junho (sexta) contra as reformas da previdência, trabalhista e o projeto de lei de terceirização do governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB).

Dentro do calendário de luta aprovado, as centrais também organizarão o dia 20 de junho, um dia de mobilização nacional para a greve geral, com atividades por todo o país debatendo e dialogando com a sociedade a importância de defendermos nossos direitos trabalhistas e previdenciários. Até lá, será produzido um jornal unificado para ajudar no diálogo e mobilização da sociedade. Uma nova reunião de organização da greve geral está marcada para o dia 7 de junho (quarta) às 10h na sede do DIEESE.

 

Embora a greve geral e a ocupação em Brasília tenham sido extremamente fortes, parado todas as principais cidades do país e tido manifestações em mais de 250 cidades por todo o país, o governo com menos de 5% de aprovação popular e afundado em denúncias e provas de corrupção continua se negando a ouvir as vozes das ruas. Temer, sem qualquer apoio popular, continua afirmando que retirará aposentadoria e outros direitos sociais dos trabalhadores como forma de garantir o pagamento em dia dos juros da dívida para bancos privados. Importante destacar, a dívida pública do Brasil nunca foi auditada, ou seja, não se tem controle sobre o que estamos pagando e muito menos sabemos porque a dívida só aumenta com juros cada vez mais exorbitantes.

 

A ideia de retirar direitos dos trabalhadores para garantir ainda mais lucros para os banqueiros do país não agrada a maioria da população brasileira por motivos óbvios. Pesquisa realizada pelo VoxPopuli, por exemplo, descobriu que 93% da população brasileira é contra a reforma da previdência. Uma vez que apenas a greve geral não foi suficiente para o governo ouvir sua população, as centrais sindicais e trabalhadores de todo o Brasil agora convocam todas e todos para nova greve geral contra as reformas.

Agenda de mobilização:

:: 06 a 23 de junho: Convocação de plenárias, assembleias e reuniões, em todo o Brasil, para construção da greve geral;

:: 20 de junho: Esquenta da greve geral com atos e panfletagens das centrais sindicais;

:: 30 de junho: Greve geral em todo o Brasil contra as reformas trabalhista e previdenciária.

 

Organize-se em seu local de trabalho, estudo ou moradia. A participação de todas e todos, bem como a construção coletiva de todos os trabalhadores e trabalhadoras é fundamental para o sucesso da greve geral e para que a classe trabalhadora consiga barrar as reformas de Michel Temer (PMDB) e defender seus direitos sociais, trabalhistas e previdenciários.

Please reload

Destaques

Inscrições abertas para o Curso de Formação Política do PSOL Niterói

11/12/2019

1/10
Please reload

Mais notícias
Please reload

Arquivo de postagens
Please reload

PSOL | Partido Socialismo e Liberdade

Diretório Municipal de Niterói/RJ - Rua Doutor Celestino, 06 - Centro / CEP: 24020-091

Telefone: (21) 3619-5208 | e-mail: psol50niteroi@gmail.com

 

O conteúdo deste site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.