Rodrigo Neves fraudou lista para divulgar criação de 20 novas escolas em Niterói

26/09/2016

Foto: EBC | Empresa Brasil de Comunicação

 

Rodrigo Neves utilizou lista fraudada para provar que sua gestão construiu 20 novas unidades de educação em Niterói. O número de estudantes matriculados na rede pública, na realidade, caiu entre os anos de 2013 e 2016. As "novas" escolas que Rodrigo afirma ter construído já existiam como Creches Comunitárias e há muito tempo eram mantidas pela prefeitura e contabilizadas pela Fundação Municipal de Educação como vagas municipais, critério que continua sendo adotado para contabilizar o seu número de matrículas na cidade.

​Lista apresentada pelo prefeito Rodrigo Neves sobre novas unidades de educação
 

A manipulação de informações não só distorce o debate político mas esconde o grave quadro de falta de acesso à nossa rede municipal de educação que é a menor rede municipal do estado do Rio de Janeiro. Dentre as escolas que ele contabiliza como futuras inaugurações, mais informações manipuladas, como contabilizar unidades que ele mesmo destruiu para realizar obras viárias. Abaixo, reproduzimos nota pública do Sindicato Estadual de Profissionais da Educação de Niterói sobre o ocorrido e explicando, escola por escola, qual a verdadeira situação.

Confira a nota do SEPE Niterói:

Há algum tempo o atual governo de Niterói insiste em uma propaganda enganosa para a população: trata-se da suposta expansão da Rede Municipal em mais 20 novas unidades. O Governo manipula dados e palavras-conceitos (confundir "inauguração" com "construção"), para esconder que, de acordo com os mapas estatísticos da própria FME, o número de matrículas DIMINUIU entre 2013 e 2016. Vejamos a verdade sobre a lista das "novas" unidades:

 

1) UMEI Alberto Brandão - a escola já existe há muito anos na Rede (escola estadual municipalizada), o Governo apenas transformou de ensino fundamental em educação infantil;

2) UMEI Marilza Medida - o atual Governo herdou a obra do Governo anterior de Jorge Roberto Silveira (JRS) e a inaugurou;

3) NAEI Vila Ipiranga - a unidade já é da Rede desde 2005-2006, sendo um "puxadinho" melhorado de uma escola de ensino fundamental;

4) UMEI Áurea Trindade - o atual Governo herdou a obra do Governo Jorge Roberto Silveira;

5) UMEI Maria José Mansur Barbosa - esta unidade é efetivamente nova;

6) UMEI Vinícius de Moraes - obra herdada do Governo JRS, foi planejada para ser escola de ensino fundamental e replanejada para UMEI no meio da obra, a comunidade continua carente de vagas no ensino fundamental;

7) UMEI Lizete Maciel - já existia, foi uma creche comunitária que foi municipalizada;

8) UMEI Rosalda Paim - já existia, foi uma creche comunitária municipalizada;

9) UMEI Zilda Arns - obra herdada do Governo JRS;

10) UMEI Jacy Pacheco - era um CIEP desativado que sim, efetivamente, o Governo assumiu e pôs para funcionar;

11) NAEI Almir Garcia - era cheche comunitária que foi municipalizada, e o prédio não é próprio, é alugado / cedido;

12) NAEI Sebastião Luiz Tatagiba - era cheche comunitária que foi municipalizada, e o prédio não é próprio, é alugado / cedido;

13) NAEI Ângela Fernandes - a casa onde funciona é alugada;

 

14) UMEI Geraldo M. Bezerra de Menezes - Embora obra seja fundamentalmente do atual Governo, é importante registrar que a antiga sede provisória da UMEI Bezerra de Menezes foi ocupada pela UMEI Vasconcellos Torres, UMEI esta até hoje sem sede própria, ou seja, um jogo de soma zero;

15) UME Nina Torres - verdadeiramente a obra é do atual Governo;

16) UMEI Maria Vitória Ayres Neves - era creche comunitária que foi municipalizada;

17) UMEI Eduardo Campos - verdadeiramente a obra é do atual Governo;

18) EM Anísio Teixeira - a escola foi concebida a partir de espaço desativado do IEPIC, que foi reformado, e não totalmente construído pelo atual Governo, e o espaço não é próprio, é cedido;

19) EM Dario Castello - a escola foi adquirida a partir da falência de uma escola particular e reformada;

20) EM CIEP Antinéia S. Miranda - o CIEP já existia, estava em funcionamento, o Governo apenas reformou e municipalizou, e a reforma ainda está incompleta, pois um andar inteiro não funciona até hoje.

 

Há quatro UMEI's em construção atualmente, estas sim as obras efetivamente são feitas pelo atual Governo. É importante, porém, destacar por fim que a "expansão" como um todo é falsa. Apesar de novas unidades incorporadas à Rede Municipal - de maneira diferente como sugere a propaganda governamental, claro - o número de matrículas na Rede não só não cresceu, como caiu de cerca de 28 mil em 2013 para 27 mil e quebrados em 2016.

O Governo sempre contabilizou as creches comunitárias e suas matrículas - que não pertencem à Rede, são ONG's normalmente financiadas pelo Governo - e como muitas fecharam, o número de matrículas caiu. Que expansão é essa em que aumentam o número de unidades, mas diminui as matrículas?

 

O SEPE Niterói reivindica uma real expansão da educação pública municipal em Niterói, acabando com as faltas de vagas que continuam em todos os segmentos e modalidades. A Rede Municipal em nenhum segmento atende mais que cerca de 40% da demanda da população. Defendemos a expansão da educação infantil de 0 a 5 anos, do 1° segmento do Fundamental, do 2° segundo segmento do Fundamental (onde o gargalo é alarmante, são apenas 12 escolas, tendo o atual Governo fechado uma!), da Educação de Jovens e Adultos (profundamente diminuída pelo atual Governo, de cerca de 17 unidades para menos de 10 atualmente) e da educação integral em tempo integral (hoje são apenas DUAS escolas neste modelo, mais apenas DUAS em jornada ampliada).

Please reload

Destaques

Vereador do PSOL foi o único a participar de todas as sessões em 2019

06/30/2020

1/10
Please reload

Mais notícias
Please reload

Arquivo de postagens
Please reload

PSOL | Partido Socialismo e Liberdade

Diretório Municipal de Niterói/RJ - Rua Doutor Celestino, 06 - Centro / CEP: 24020-091

Telefone: (21) 3619-5208 | e-mail: psol50niteroi@gmail.com

 

O conteúdo deste site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.