Ato de mulheres em Niterói pede justiça para Vitórya e denúncia casos de feminicídio na cidade




Na segunda-feira, dia 7 de junho, mulheres da cidade de Niterói fizeram um ato em memória de Vitórya , vítima de feminicídio na semana passada. Também foi reinvindicação do ato o fim da violência contra as mulheres e uma maior estrutura para o combate ao feminicídio em Niterói.


Vitórya, que tinha 22 anos, foi esfaqueada na praça de alimentação do Plaza Shopping, na quarta-feira, por um colega do curso de técnico em enfermagem que ela cursava. A motivação do assassinato seria porque a jovem não correspondia uma suposta paixão do assassino.


Além de Vitórya, outra mulher, a tenente da marinha Pamella Roberta Maia também foi esfaqueada no mesmo dia. Ela foi esfaqueada por um insubordinado da marinha, pelo simples motivo de ter recebido uma avaliação negativa da sua superior , que é uma mulher. Felizmente Pamella sobreviveu a tentativa de assassinato.


Vitórya presente hoje e sempre! Queremos justiça para ela e todas as vítimas de feminicídio!



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo