Nota em solidariedade ao companheiro Leila do PSOL Niterói


Você já imaginou ser agredido ou espancado até a morte apenas por ser quem é? A população LGBT vive na pele esse medo todos os dias.


Neste 21/5, por volta de 1h, nosso companheiro Leila Rodrigues Veloso, militante LGBT do PSOL/Niterói, candidata a vereador em 2016, foi agredido fisicamente por um homem que deixou bem claro o caráter LGBTfóbico de seu ataque, acompanhado de agressões verbais de notória intolerância à diversidade de gênero e de orientação sexual. Ao desferir socos e pontapés contra Leila, o agressor dizia “Sapatão metida em política tem que apanhar na cara, como homem”. E ele ainda avisou que iria voltar para matá-la.


Com diversos hematomas e um corte no supercílio direito, Leila recorreu à Comissão de Direitos Humanos, da Criança e do Adolescente da Câmara Municipal, foi socorrido pelo Samu, atendido na emergência do Hospital Municipal Azevedo Lima, registrou lesão corporal, injúria e ameaça na Polícia e fez o exame de corpo de delito no IML.


Consideramos que o ataque ao companheiro Leila não se trata de caso pontual. Por isso, não nos cansamos em reivindicar que haja políticas públicas capazes de dar tratamento e de prevenir a violência de origem LGBTfóbica em nossa cidade. Além da devida formação de profissionais da Segurança Pública e da Saúde, defendemos o papel preventivo fundamental da educação pública na desconstrução da cultura de preconceito e ódio.


Lutamos, nesse sentido, pelo fim da lei que atualmente proíbe nas escolas municipais o debate sobre gênero e diversidade. Somos todos Leila veloso! LGBTfóbicos não passarão!

114 visualizações

Cadastre-se para notícias do PSOL Niterói em seu celular e email

PSOL | Partido Socialismo e Liberdade

Diretório Municipal de Niterói/RJ - Rua Doutor Celestino, 06 - Centro / CEP: 24020-091

Telefone: (21) 3619-5208 | e-mail: psol50niteroi@gmail.com

 

O conteúdo deste site foi licenciado com uma Licença Creative Commons

Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada