Após lei da terceirização, centrais sindicais convocam #31M e greve geral para abril


Após aprovação de lei que permite a terceirização de todo tipo de trabalho e a votação das reformas trabalhista e da previdência agendadas na pauta do governo ilegítimo de Michel Temer, a classe trabalhadora não reagiu de forma pacífica. Em reunião unificada das Centrais Sindicais nessa segunda-feira (27), decidiu-se pela construção de um novo Dia Nacional de Mobilização contra a Reforma da Previdência para 31 de março (#31M) com um indicativo de greve geral no país a partir de abril. No Rio de Janeiro o #31M sairá às 17h da Candelária.


O #31M será um momento importante para que as contrarreformas sejam discutidas na base dos sindicatos e movimentos populares com o objetivo de mobilizar para a greve geral. As frentes Povo Sem Medo, Esquerda Socialista e Brasil Popular já anunciaram que irão aderir ao chamado com as reivindicações de #ForaTemer e #DiretasJá.

Mobilize sua cidade, seu sindicato, sua entidade e entre em contato. Vamos barrar o retrocesso conservador coletivamente nas ruas. Nenhum direito a menos!

Cadastre-se para notícias do PSOL Niterói em seu celular e email

Cadastro realizado com sucesso!