Coligado com PT e PMDB, Rodrigo Neves não fala sobre impeachment


Em uma coligação que junta 19 partidos das mais divergentes vertentes políticas em Niterói, a candidatura de Rodrigo Neves tem dificuldade para se posicionar sobre variados temas muito importantes para a vida política nacional, entre elas o impeachment de Dilma Rousseff. Passados mais de 20 dias da votação, o candidato ainda sequer se posicionou sobre o fato. Enquanto partidos da coligação, como PT e PCdoB afirmam que ocorreu um golpe no país, outros como o PMDB abrigam o próprio presidente Michel Temer. O PV de Rodrigo Neves, que passou nada menos que 20 anos no PT (1996-2016), não só votou a favor da cassação da presidenta como ocupa Ministério no atual governo.

Importante destacar, o Ministério do Meio Ambiente é dirigido por Sarney Filho (PV), filho do oligarca José Sarney do Maranhão e delatado na operação Lava Jato pelo senador Sérgio Machado, que, após passar por partidos como ARENA e PFL, hoje se encontra nas fileiras do governo Michel Temer e é uma das figuras políticas mais importantes do partido de Rodrigo Neves. Essa coligação um tanto quanto contraditória foi montada em um grande acordo entre PV, DEM, PT, PMDB, PCdoB, PDT, PEN, PMB, PP, PPS, PR, PRB, PRP, PRTB, PSL, PTB, PTN, REDE, SDD e possui forte relação com empreiteiros e empresários de transporte da cidade. O objetivo é ganhar a prefeitura e garantir secretarias e cargos comissionados, independente das ideias defendidas pelos partidos.

Cadastre-se para notícias do PSOL Niterói em seu celular e email

PSOL | Partido Socialismo e Liberdade

Diretório Municipal de Niterói/RJ - Rua Doutor Celestino, 06 - Centro / CEP: 24020-091

Telefone: (21) 3619-5208 | e-mail: psol50niteroi@gmail.com

 

O conteúdo deste site foi licenciado com uma Licença Creative Commons

Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada